Jornadas “Os Cuidadores da Memória” - Forum Cultural de Idanha-a-Nova - 29 Março 2023
03-17-2023

 

JORNADAS “OS CUIDADORES DA MEMÓRIA”

Forum Cultural de Idanha-a-Nova - 29 Março 2023       

 

A celebração das segundas jornadas "Cuidadores da Memória" vão acontecer no Fórum Cultural de Idanha-a-Nova, dia 29 de março de 2023.

O Projecto "Cuidadores da Memória" - da responsabilidade da ADRACES -  tem como objectivo global a valorização e promoção da Cultura Popular como fator de sustentabilidade do território e envolvimento das comunidades.  A Cultura Popular, em que o território é particularmente rico, deverá desempenhar um papel fundamental na promoção e valorização do Turismo Cultural e na contribuição para a afirmação do território no segmento de mercado touring cultural (um dos maiores do mercado).

Neste âmbito e enquadramento, será criada uma Rede Territorial de CUIDADORES DA MEMÓRIA para a recolha, salvaguarda, interpretação e recriação do legado histórico e identitário do território enquanto instrumento de diferenciação e competitividade, cujos tangíveis pretendem contribuir para a sua reafirmação como destino turístico de excelência e, por essa via, se possam atrair mais e novos públicos ao território. A Rede Cuidadores da Memória será desenvolvida em duas vertentes patrimoniais que se interceptam e que resultarão num estudo etnográfico amplo e conjunto e em diversos produtos culturais:

- ALFABETOS FUNCIONAIS: recolher, salvaguardar, recriar e partilhar os saberes através dos testemunhos de quem viveu e experienciou (saberes, modos de sentir, de ser, de fazer, de cantar e de falar). Não basta herdar passivamente as jóias culturais da tradição. Há que merecê-las, revisitando-as, estudando-as e dignificando-as.

- A RAIA E SEU PATRIMÓNIO SINEIRO: Resgatar as memórias individuais e colectivas relativas ao património sineiro enquanto identidade destas terras e do país. No contexto do seu uso social, o sino reveste-se de um papel particularmente importante enquanto voz da comunidade e como signo do seu ethos e da sua identidade. Pretende-se com este projecto valorizar e difundir a herança cultural e patrimonial associada aos sinos e sua simbologia e à identidade das comunidades e do território, através da recolha e recriação do património sineiro em todas as freguesias da BIS. Urge gravar estes sons, dar-lhes uma nova vida e captar testemunhos das gentes acerca da ligação entre a música dos sinos e a vida do povo.

 

PROGRAMA

Abertura das Jornadas

14h00-14h15

     - ADRACES

     - Município de Idanha-a-Nova

 

1º Painel - Partilha de Experiências

14h15-15h25

     - Hélder Ferreira: Projeto Cuidadores da Memoria e Moderação

     - Paulo Longo: Dinâmicas da Memória: Experiências e Projetos em Rede

     - Lopes Marcelo: O tempo na cultura popular rural

     - Momento musical: Idalina Gameiro/Penha Garcia

 

2º Painel - Paisagens Sonoras em Perspetiva

15h30-16h40

     - Mário Correia: Moderação

     - Carla Costa: Repensar o Cancioneiro.

     - Rosário Pestana: Como assegurar a sustentabilidade de processos musicais tradicionais no século XXI? Uma perspetiva ecológica.

     - Momento Musical: Amélia Mendonça/Monsanto

 

3º Painel - Imaterialidades Patrimoniais

16h50-18h00

     - Hélder Ferreira: Moderador

     - Eddy Chambino:  O PCI do Concelho de Idanha-a-Nova. Dois casos práticos: o Bodo de Monfortinho e os Ciclos Quaresmal e Pascal.

     - Mário Correia: Uma Viagem Sonora do século XXI ao Paleolítico. Um recuo no tempo?

     - Momento musical: Grupo de Adufeiras da Universidade Sénior – Pólo de Idanha-a-Nova

 

Encerramento das Jornadas

18h00

     - ADRACES

     - Município de Idanha-a-Nova



Outras notícias

ADRACES © 2024 - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por: citricweb.pt